Escrevi sobre algumas das peripécias loucas que aconteceram no jogo da roleta no meu livro Spin Roulette Gold e em artigos para este website. Ocorreram na roleta eventos incríveis ao longo dos séculos e muitos jogadores de roleta foram privilegiados ou, sim, amaldiçoados por estarem no jogo quando tais eventos aconteceram.

Decidi perguntar aos jogadores inveterados de roleta quais foram as coisas extraordinariamente estranhas, selvagens, loucas e turbulentas que aconteceram na mesa quando eles jogavam.

 

Sistema de Apostas Estragado

Theresa: Conhece a ideia chamada sistema de apostas Martingale? Bem, eu vi a mesma pessoa num fim-de-semana de três dias, sexta, sábado e domingo, usá-la duas vezes e nas duas vezes ele chegou ao fim e perdeu. As perdas foram gigantescas. Ele era um jogador de $ 25 e continuou a dobrar depois das suas perdas.

Ele estava na mesa de roleta sempre que eu lá ia, então ele era um jogador ávido. O funcionário do casino e o supervisor conheciam-no bem, assim como a maioria dos dealers. Ele usou o Martingale o tempo todo e na maioria das vezes ele ganhava aqueles $ 25, mas as suas vitórias não se aproximavam do quanto ele perdeu quando chegou ao fim e não podia apostar mais alto.

Tive pena dele porque tentou fingir que as perdas não significavam nada para ele, mas pude ver que estava chateado. Não acho que os jogadores que usam o Martingale percebam que estão a pedir para perder muito se não funcionar para eles.

 

Loucura Martingale

Melvin: Martingale? Martingale? Não me digam nada. Isto foi há cerca de 10 anos e este jogador estava a jogar, mas ele não estava apenas a apostar dinheiro igual, como "alto-baixo" ou algo parecido. Ele saltava. Ele apostava $ 10, digamos, no "vermelho" e se perdesse, apostava $ 20 no "ímpar", então fazia apostas diferentes, mas continuava a perder durante uma sessão e ficava zangado porque continuava a perder.

E quando ele apostava "vermelho" e perdia e depois apostava, "alto" e depois saía "vermelho" ficava furioso. Começou a dizer que os dealers estavam contra ele. Até reclamou com o supervisor e perguntou se eles tinham manipulado a roda para que ele perdesse nessa noite porque os tinha vencido na noite anterior. Uma vez ele fez isto e na rodada seguinte ganhou a sua aposta. Ele interpretou isto como uma confirmação de que estavam a manipular a roda contra ele, porque assim que reclamou ganhou a aposta.

Eu diria que esta pessoa foi o jogador de roleta mais detestável que já vi numa mesa. Normalmente, os jogadores de roleta não culpam o casino quando perdem. Eles apenas se queixam. Os jogadores de roleta sabem que o jogo é aleatório. Ou deveriam.

Este tipo tinha a mania da perseguição. Acho que ele pensou que estava num filme ou algo do género. Quando eu fui para as mesas de roleta nos dias seguintes, evitava todas as mesas em que ele estava a jogar. Ele tornou o jogo miserável. Ele nunca parava de reclamar nem nas vezes em que estava a ganhar.

 

Layout roleta

 

Dobrar

Joseph: Isto aconteceu há apenas dois anos, pouco antes da COVID-19. Era um jovem e a sua namorada. Ele apostou $ 10 num número, acho que pode ter sido o número 30, e acertou. Isso rendeu-lhe $ 350.

Ele usou o lucro para apostar. Agora tinha $ 360 no número 30. Claro, agora todos na mesa estavam a torcer que ele acertasse no seu número novamente. Quando o dealer disse “chega de apostas”, todos esperamos com entusiasmo. Eu nunca vi ninguém apostar o lucro num número, embora tenha visto algumas vezes um número sair duas vezes seguidas. Mas este era um jogo totalmente novo.

A bola girou e girou, em seguida, pousou e saltou algumas vezes e caiu num bolso. Acertou! O número saiu uma segunda vez! A mesa ficou louca. Foi como se todos nós tivéssemos ganho aquela aposta.

Então o rapaz disse: "Vou usar o lucro de novo!" Todos na mesa ficaram chocados. Poderia o mesmo número sair três vezes consecutivas? O supervisor aproximou-se e disse: "Estaria acima do máximo da mesa, senhor."

Um idiota gritou: “Deixe ele apostar! Deixe ele apostar!” O resto de nós na mesa pensava que tentar uma terceira vez era loucura.

O rapaz riu: “Não vou tentar uma terceira vez. O que acha, que estou louco? Não. Vou levar os meus ganhos. Eu só queria ver como todos reagiriam. ” Todos reagiram - todos aplaudimos. E foi isso que ele fez. Levou os seus ganhos e deixou a mesa.

 

Diga Um Número

Peggy: Chamei ao homem “diga um número” porque quando ele veio para a mesa, perguntou-nos com que número gostaríamos de jogar. Éramos cinco, e ele, à mesa. Cada um de nós disse um número e ele colocou $ 50 nos números que tínhamos escolhido. Ele também fez uma aposta de $ 50 em cada um dos nossos números e depois num dos seus.

Pensaria que o homem estava alcoolizado, certo? Não, ele não estava. Ele era um tipo feliz. Não sei por que ele fez isso, mas quando todos perdemos, e todos perdemos, ele pediu-nos outro número e fez a mesma coisa.

Um dos nossos números saiu. Ele também estava no número. Todos nós aplaudimos. Caramba, estávamos a jogar por apostas maiores do que normalmente jogaríamos e nem era o nosso dinheiro. Mas depois daquela vitória, foi isso. Ele deixou a mesa e eu não o vi novamente durante resto da minha viagem.

Na mesa perguntamos se alguém já o tinha visto antes. Nenhum de nós tinha. E os dealers? Nenhum deles tinha. Os supervisores? Nenhum deles o tinha visto antes.

O "diga um número" nunca será esquecido por aqueles de nós que estavam à mesa com ele. Porque ele fez o que fez, não tenho ideia, mas foi divertido fazer parte disso.

 

Cinco Vezes Mais Divertido

Karen: Num placar de vinte números, vi o mesmo número sair cinco vezes. Não consecutivas, mas cinco vezes no total. O que é que toda a gente fez? Todos apostam no número. Não saiu novamente nas vinte rodadas seguintes e todos estavam meio abatidos. Todos nós pensamos que tínhamos encontrado uma roda enviesada e o que encontramos era essencialmente nada.

Perguntei ao dealer se já tinha visto algo assim e ele disse: “Quando se está no jogo todos os dias, vê-se muitas coisas estranhas. Se tivesse acontecido seis vezes, seria o máximo que eu já vi. ”

Bem, eu nunca vi nada assim antes ou depois disso. Mas eu não estou na roda todos os dias, então quem sabe o que acontece.

 

jogador roleta motivado

 

Provocar uma Grande Cena

Laura: Os jogadores de roleta geralmente não são do tipo zangado. Quando perdem, aceitam. Isso faz parte do jogo. Ganham-se alguns, perdem-se alguns. Até essa vez, eu nunca tinha visto ninguém enlouquecer numa mesa.

Gosto dos jogadores de roleta pelo seu temperamento. Este homem, com um sotaque forte sabe-se lá de onde, estava a beber um pouco demais e cada vez que perdia, praguejava baixinho. De início, o praguejar era um sussurro, mas lentamente foi ficando mais alto e mais alto.

Eu estava desconfortável e alguns outros jogadores também, mas todas as mesas de roleta estavam cheias de jogadores, e então nós ficamos nesta. Isso foi, retrospectivamente, um grande erro.

O homem estava a apostar um monte de números internos. Ele venceu algumas vezes, mas as suas perdas foram aumentando e ele continuou a aumentar as suas apostas também. Eu diria que o homem estava a perder muito.

Então ele começou a gritar com a dealer e pediu que ela fosse removida da mesa. O supervisor aproximou-se e disse-lhe que a dealer estava a fazer o turno dela e que o homem poderia escrever uma carta de reclamação, se quisesse. Ele sorriu para o resto de nós, e nós sorrimos da sua piada, mas o, devo chamá-lo, cavalheiro, não achou a piada engraçada.

Não, não achou. O homem começou então a dizer que não gostava que as pessoas se rissem dele. Ele não aceitaria isso de ninguém.

O supervisor percebeu que isto estava a descontrolar-se e se desculpou-se imediatamente perguntando-lhe se ele gostaria de uma comp do buffet. O homem ficou ainda mais irritado. “O buffet? O buffet? Seu cão! Seu porco!"

"Está tudo bem, senhor. Está tudo bem, acalme-se ”, disse o supervisor.

O homem atirou então a sua bebida ao supervisor. Ele não tirou apenas o líquido para fora do copo, mas o copo inteiro, deixando muitos de nós molhados na mesa. O copo acertou no supervisor e então o homem passou o braço direito sobre o layout derrubando as pilhas de fichas e fazendo a maioria delas voar para fora da mesa.  Todos nós saltámos e o homem saltou para o layout. Então a segurança chegou e estes não eram os homens mais velhos que se veem parados em uniformes a agir como seguranças, eram homens e mulheres mais jovens. Eles agarraram o homem, que estava a debater-se para chegar até ao supervisor, e arrastaram-no para longe da mesa.

O homem pensou que iria lutar contra o pessoal da segurança. Aquilo foi estúpido. Eles colocaram-no no chão em cerca de um segundo e ele foi então algemado. Um pouco depois o homem vomitou e eles levaram-no para o sítio para onde levam gente como ele.

O supervisor disse que nos iriam devolver as nossas apostas quando vissem as filmagens demos-lhe os números dos nossos quartos, aqueles de nós que estavam lá hospedados, e saímos da área.

A mesa da roleta estava fechada e todos nós fomos para outras mesas ou para algum outro lugar, pois o casino estava lotado e não havia muitos lugares nas outras mesas disponíveis. Fui ao bar e pedi uma bebida. E pensei nisto tudo.

A roleta é um grande jogo e este homem foi único na minha experiência. Ok, as pessoas não gostam de perder. Isso é um dado adquirido. Mas este comportamento é totalmente inaceitável num jogo. Se não consegue jogar, então não jogue. Ele devia dedicar-se ao tricot.

 

Números da Sorte Para Uma Grande Noite

Doris: Vamos falar sobre uma ótima noite à mesa; a melhor noite que já tive. Aposto três números diretos. Eles são o 7, o 22 e o 28. Eu tinha 7 anos quando meu pai morreu. Eu tinha 22 anos quando me casei. Eu tinha 28 anos quando tive o meu único filho.

São estes os meus números da sorte? Nem mais nem menos do que quaisquer outros números seriam. Eu sei que o jogo é aleatório, assim como a lotaria em que eu jogo esses números também. Ocasionalmente, eu ganho algo, mais frequentemente eu perco. Acho que é a experiência de todos nos jogos de azar. Ganham-se alguns e perdem-se mais alguns.

Mas nesta noite, os meus números estavam quentes. Eles não saíram em todas as rodadas, mas saíram o suficiente para que eu empilhasse as fichas.

Eu sentia-me como se estivesse noutro mundo. Não parecia real depois de um tempo. Eu pensei que estava num sonho, mas não era um sonho; era a vida real. O dealer dava-me os parabéns toda a vez que eu ganhava.

Os outros jogadores começaram a apostar nos meus números e ganharam também. Como poderia tudo isto ser real? Mas era. Foi real.

Não vou dizer o quanto ganhei, mas foi o máximo que ganhei na vida em qualquer coisa. Posso dizer que foi uma noite gloriosa na mesa da roleta.

 

Tudo de melhor dentro e fora dos casinos!

Sobre o Autor
Por

Frank Scoblete cresceu em Bay Ridge, em Brooklyn. Ele passou os anos 60 a estudar; os anos 70 em edição, escrita e publicação; os anos 80 no teatro e os anos 90 e 2000 nos jogos de casino.
Pelo caminho, ainda ensinou inglês durante 33 anos. Ele é autor de 35 livros; A sua editora mais recente é a Triumph Books, uma divisão da Random House. Ele mora em Long Island. Frank escreveu o Ultimate Roulette Strategy Guide e trata-se dum conhecido especialista em casinos. 

Related Content

Batotas na Roleta que Realmente Funcionaram

Caras Famosas nos Casinos: o Top 3 dos Bad Boys da Roleta Britânicos

Os Segredos da Roleta

Experiência De Casino Ao Vivo Online Com Roleta Imersiva

A Melhor Roleta para Si

 

O que é a Roda de Roleta de Zero Triplo?

Roleta Versus Tudo

Perguntas Críticas, Respostas Sublimes

4 Dicas para Ganhar na Roleta

Olá Ralph Roleta